domingo, 19 de outubro de 2008

Trama

Abre a porta
Aquele que não
Abandona o grito

O manco faz o toc pela rua
De calçamento

O pai que mata o filho
Antes de ensinar ele
A se barbear

A mãe que passa
A costurar entre os dedos
Da filha para que
Não ouse lamber
A massa do bolo

O giro do beija-flor
Depois do néctar

Alguém tem um grão de mostarda?

2 comentários:

diogo disse...

queria eu dar uma volta dessas...

Felipe S disse...

Nossa, que realidade cruel... =(((