sexta-feira, 19 de março de 2010

dente de leite é de leite!

segunda-feira, 15 de março de 2010

Eu nunca tive nessa minha vida uma musa pop pra admirar,
nunca gostei de lady Gaga, Beyonce, Shakira ou umas das
meninas do rebelde,
já fui apaixonado por Maria Callas, mas ela é demais para mim,
não consigo ouvir ela o dia todo né.
Gosto mesmo é de Cydi Louper, é eu sei!!!!

video

sábado, 13 de março de 2010

Marina


Ela queria dormir o dia inteiro

"feito a bela adormecida"

e acordar velha!!!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Ir

Tenorio depois de deixar Antonina
Ela de malas prontas
Só podia lhe desejar uma coisa
"E, passe fome"
e foi embora

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

As meninas de itajaiti



È como se a catástrofe ainda não tivesse começado

As duas continuam no mesmo lugar

Buracos por toda parte.

Louças quebradas

A pequena dizia “papai esteve aqui”

E nos deus isso de presente

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Vendido pra esse rapaz !!!!!!!!

quinta-feira, 25 de junho de 2009

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009


- Jo no soy tu madre, jo soy una vieja que crer ser tu madre, ouviste
- si señora
- esta bien,viene a ca com tu madre, chico.

Talvez... ao olhar daqui o teto e ver todas as pessoas que vivem nele, aquele olho pertence, ao senhor Flinco, comandante do exercito, o que excita você, a ele excita sentir o cheiro dele nas mãos, ver imagens nos forros da casa, ele já deitou em todos os cômodos, sem a velha a ver, e já disse, todo menino conhece outro menino de Antares
Pêra Antares não é o pote no poema, é um país da fantasia, coisa de criança pobre, tudo que é quadrado vira redondo, imaginação para ser admirada, Bartolo Quiniv, ainda é Bart de Kid, o grande homem, e corre pela casa a dar ordens aos fantasmas, as vezes aos cabos de vassoura, quando um não vira espada, não vira casa. Mas a noite não dorme, sente coisas, vontades, então tenta, fazer algo com o travesseiro, isso o aquieta, isso até agora o cansa.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009


Fumando cigarro, esfumaçando todo o bar, olhava o vendaval, coisas rodopiavam no ar, o chocolate sentia maças, o vento sentia homens, nas tardes de uma Madrid que só existia no chocolate quente, esse era um daqueles momentos, onde ela podia sentir o que não via, o cheiro original do seu corpo, o cheiro do anus, o cheiro entre os seios que ela lava todos os dias, ela vai ao banheiro, se corresponde com o batom, amassa entre os lábios, estica, olha para janela do quarto, para as roupas do varal improvisado dentro do mesmo, para ela o vendaval dura dias, pega o cigarro acende, não para, ai ela pode pensar em usar, vestido cor de abóbora ou com desenhos de rodelas de kiwi, sapatos longos, botas, acompanhada por duas malas, sem alça para segurar embaixo do braço, e decidir morar em jardim de outono, só assim Jamili poderá dormir entre as folhas

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Epitafio


Isso pode levar a obito
É? Quanto tempo viverei
Não sabemos
Pois é, não mudou muito!

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Sismógrafo


A aranha tece o vestido

do próprio casamento


mesmo sabendo que será viúva

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Muro do perdão


O perdão desmoronará o mundo

domingo, 28 de dezembro de 2008

2009


Feliz Ano do Boi!!!!!!
2008 o ano do Rato

È estranho, mas lembro de 2008 com as palavras de 2007, foi um ano bom onde tudo aconteceu, eu ganhei uma coisa chamada; espaço. Mas termino o ano perdendo todo resto, bom na verdade acho que nunca tive muitas coisas então é isso mesmo... agora abro meu peito pra um ano melhor? Bom sim vai ser um ano melhor como 2008 foi pra 2007. Mas com uma diferença é que jurei outras coisas para 2009, (já que meus juramentos de 2008 foram todos cumpridos) entre eles prometi carregar tudo que aprendi em minha casa, todas as ervas que curam, as pessoas que pensei odiar e as que pensei amar na carne, mas isso é impossível. Não sou carne não é mesmo? Bom vem 2009 o ano do boi , então venho com todas as bandeiras de minha pátria pai, acho que agora estou mais sólido, deve ser essa base de pedra não é mesmo, essa coisa que esta me mantendo vivo, mesmo quando eu não quero isso...
Agora quero agradecer a algumas pessoas:

Bartolo Quiniv – Pelo seu empenho para que eu entendesse um livro que comparava Roosevelt a Freud e em seguida a Marx
Anastácia Fici – Pela limpeza lá em casa
Drª Samantha Well – por sua paciência nas consultas (pedóloga)
Gago Filt – bom ele ta aqui por que nunca entendo nada do que ele diz
Reverendo Fabio Cardomani – por que ele é um pão (dormido do avesso)
Irmã Catarina Visentainer – por sua dentadura estar sempre entre nós

Bom é só... espero não ter esquecido de ninguém

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008


Desculpe!

Mas a água
Veio pra apagar
O que escrevi

Há ferrugem entre nossas mãos
Sobra entre nossos peitos

“Eu não tenho nada,
mas quando tiver não divido contigo”
Eu Queria ser o Rei Arthur lembra?
Sobrevivemos a tudo...

Mas não tem importância
Eu nasci para ser esquecido...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Feitiços de Lesbos

Tarântulas sairão
De sua boca!!!

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Contorno

mas isso é você
vai ficar a vida inteira limpando,
mas sem deixar nada limpo,
nem mesmo você esta limpa

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Casa de Ratos


Cortando verduras
Na sala
Ainda a batida das farpas

Ta ficando escuro aqui

E sinto você direcionando meu pênis
Para dentro
Mas sem sussurro
Sem nada

é o tempo
Lento para os ratos

domingo, 19 de outubro de 2008

Trama

Abre a porta
Aquele que não
Abandona o grito

O manco faz o toc pela rua
De calçamento

O pai que mata o filho
Antes de ensinar ele
A se barbear

A mãe que passa
A costurar entre os dedos
Da filha para que
Não ouse lamber
A massa do bolo

O giro do beija-flor
Depois do néctar

Alguém tem um grão de mostarda?